Buscar
  • marcioasilv3

Como fazer a gestão financeira de clínicas médicas

Atualizado: há 3 dias


Gestão financeira para clínicas médicas

É sempre assim. No começo de um negócio todas as atividades costumam ficar concentradas com o dono do negócio.


Não importa o ramo de atividade, o pequeno empresário tem a característica de ser um executor.


No caso de clínicas médicas é comum que o próprio profissional de saúde seja o responsável por contabilizar as receitas e despesas da clínica. E isso quase sempre dá...errado!


Gestão financeira de clínicas médicas


Gestão financeira para clínicas médicas é o conjunto de práticas e procedimentos implementados em uma clínica com o objetivo de planejar, executar, monitorar, controlar e ajustar todas as atividades que movimentem de alguma forma recursos financeiro na empresa.


Aqui começam os problemas de pequenas clínicas médicas que começam a crescer. O profissional de saúde antes atendia os pacientes e no final do dia fazia a "gestão" do seu caixa, começa a ficar sem tempo para essa importante função.


Nessa correria erros básicos de gestão financeira começam a acontecer, como por exemplo, o profissional de saúde misturar o dinheiro da clínica com seus próprios rendimentos.


É muito comum em nossa consultoria para médicos vermos profissionais bastante qualificados e que até tem uma boa carteira de pacientes particulares sofrer com falta recorrente de dinheiro.


Isso acontece porque não existe um controle correto da movimentação financeira da clínica, gerando picos e vales que acabam tornando a clínica deficitaria.


Para evitar esse tipo de complicação o empreendedor na área de saúde precisa atuar em 3 frentes específicas na gestão do caixa da sua clínica médica:


01 - Gestão do fluxo de caixa - Ou seja, o registro das operações de entrada e saída de dinheiro no dia a dia da clínica. Se sua clínica oferece tratamentos e procedimentos além dos valores de consultas, esse tipo de controle deve ser ainda maior.


02 - Controlar os investimentos - Investimento é tudo aquilo que contribui direta ou indiretamente para melhorar a qualidade do serviço prestado ao seu paciente final e ao aumento do faturamento e do lucro da sua clínica.


03 - Gestão das crises - No momento (Maio de 2020) estamos vivendo a crise provocada pela pandemia de Coronavírus, mas em qualquer momento que você estiver lendo esse artigo, são grandes as chances de uma crise macro ou microeconômica estar acontecendo.


Dicas de gestão financeira para clínicas médicas


É muito importante que o profissional de saúde busque um mínimo de conhecimento sobre contabilidade, gestão e empreendedorismo para prosperar no mercado atual.


Lembre-se: Nenhum contador, administrador ou mesmo sócio tem mais interesse ou terá maior zelo pelo seu dinheiro do que você mesmo.


Administração financeira é como um tratamento, geralmente precisa-se de empenho e tempo para que ele mostre resultados.


Entender conceitos básicos como o regime de caixa (quando o dinheiro de fato entra no seu caixa) e regime de competência (a forma como a contabilidade enxerga a movimentação de recursos financeiros) é fundamental para não cair em enganos e fazer projeções financeiras equivocadas.


Da mesma forma, é fundamental buscar o conceito de fluxo de caixa projeto, fundamental para analisar a saúde da sua clínica ao longo de um horizonte de tempo futuro.


Revisar a cada 3 meses com o seu contador via uma reunião online ou presencial a situação financeira da sua clínica é fundamental. Temas como impostos, despesas dedutíveis e outros assuntos devem sempre esta na mesa para revisão.


Sempre existe espaço, para dentro da lei, pagar menos imposto, obter descontos em programas do governo e obter crédito mais barato. Informe-se!!


Investimentos e crises


Estamos vivendo uma pandemia nesse momento (Maio de 2020). Mas quantas crises nós brasileiros já não vivemos?


Seja crise econômicas locais como em 2015 ou recessões globais como a crise da bolha da economia em 2008, nós não vivemos isolados.


Evitar crises é quase impossível, mas se preparar para elas é opcional. Ter uma reserva financeira equivalente a 6 a 12 meses dos custos fixos e variáveis da sua clínica, trabalhar com uma estrutura fixa enxuta e uma equipe reduzida são medidas prudente, sempre.


Uma palavra sobre investimentos. Do ponto de vista de negócios, só é considerado investimento aquilo que retorna em termos de crescimento do patrimônio líquida da empresa.


Vai fazer um curso? Quer comprar um novo equipamento? Vai disponibilizar um novo serviço na clínica? Do ponto de vista financeira a resposta a essas perguntas tem que fazer sentido, senão você não estará "investindo" na sua clínica, mas apenas agregando custos.


Conclusão


Você como profissional de medicina passou muito tempo estudando para chegar onde chegou. Provavelmente continuará assim por toda sua vida.


Mas, do ponto de vista empresarial, esse conhecimento não é o bastante. É preciso somar outras expertises como a gestão financeira.


Se você gostou desse artigo e quer receber mais informações desse mesmo tipo diretamente no seu email periodicamente, assine nossa newsletter hoje mesmo!




Senior Marketing

www.seniormarketing.com.br

(11) 3254-7451

atendimento@seniormarketing.com.br

SENIOR GESTÃO E MARKETING 

A Senior é especialista em estratégia e gestão e marketing para dentistas, médicos e demais empresas de saúde.

  Somos uma empresa focada em resultados e trazemos para nossos clientes um conjunto completo de soluções em gestão empresarial, marketing e sistemas.

Conheça : www.seniormarketing.com.br

ONDE ESTAMOS

 

Brasil: 

Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 550, 4º andar, conjunto 42 |  Brooklin |  São Paulo – SP | +55 11 3254 74 51 

atendimento@seniormarketing.com.br

Portugal:

Av. da Liberdade, 110 - 1269 - Lisboa | Portugal | +351 21 145 13 70

geral@seniormarketing.pt

Horário de Funcionamento: 09:00 hs. as 17:30 hs. 

 

 

Senior Marketing.png