Buscar
  • Sr. Site

5 fatos que você precisa saber antes de abrir uma clínica ou consultório


Ano novo, vida novo e você decidido a realizar o seu sonho de abrir o seu consultório ou clínica na área de saúde.

Em primeiro lugar, parabéns! Só o fato de querer abrir um novo negócio em um país complexo como o Brasil já demonstra o quanto você é uma pessoa diferenciada.

Mas, nós queremos te ajudar nessa empreitada te contando 5 fatos que você precisa saber antes de abrir uma clínica ou consultório:

01 - O primeiro ano vai ser difícil

Não adianta. Você pode (e deve) fazer o melhor plano de negócios que puder, mas quando você abrir o seu consultório ou clínica vai tomar uma baque.

Os pacientes não vão chegar na quantidade que você precisa, eles não vão ter na maioria das vezes o perfil adequado, você vai ter que gastar mais do que imaginava com marketing, sua equipe vai falhar várias vezes e você vai ter alta rotatividade de funcionários.

Em suma, você vai gastar mais dinheiro do que o previsto, as coisas não vão correr como no plano e você vai se questionar (várias vezes) se tomou a decisão certa de abrir um consultório / clínica, se você está fazendo alguma coisa errada e principalmente se deveria fechar o negócio.

Pode ser diferente? Pode dar tudo certo? Sim, pode. Mas na grande maioria das vezes não é o que acontece. Nós temos ajudado empreendedores de saúde a abrir clínicas médicas e odontológicas nos últimos 20 anos e geralmente o primeiro ano é duro.

02 - O segundo ano vai ficar pior

É fica pior. Por que? Porque agora você sobreviveu ao primeiro ano e muita energia, dinheiro e tempo foram gastos e você não quer (ou não pode) jogar a toalha.

Seus concorrentes locais já perceberam que você está ali para jogar sério e eles estão perdendo pacientes para você. Eles começam então a reagir investindo mais dinheiro em propaganda, baixando os preços e fazendo ações, digamos, pouco éticas em muitos casos.

Muitos outros concorrentes começam a chegar ao mercado porque observaram que você está ali há mais de um ano e na cabeça deles você esta indo muito bem, então eles querem participar da festa também.

Sua equipe esta mais consolidada agora, mas os custos aumentam. São mais pacientes para atender, os médicos / dentistas começam a perceber que já "estão trabalhando muito para ganhar tão pouco" e as demandas por aumento de comissões e repasses aumenta ou eles ameaçam sair da clínica.

03 - Somente seu conhecimento não basta

Você ainda está aqui? Ah, que bom...bem, seu conhecimento técnico como dentista, médico, veterinário ou qualquer outra profissão é fundamental, mas insuficiente para o sucesso do negócio.

É que você precisa ter duas outras competências adicionais quando está a frente de um negócio próprio:

A - Saber gerenciar

B - Saber vender

Resumidamente, isso quer dizer que você precisa ser tão (ou melhor) bom quanto organizando, administrando, gerenciando e vendendo quanto fazendo o trabalho fundamental da sua vida (medicina, odonto, fisioterapia, etc.).

Se você não sabe gerenciar e vender, junte-se a alguém que saiba. E olha, nesse caso vocês serão sócios. Nada de divisão de custos. Levem-se a sério se quiserem ter uma relação de futuro.

04 - Descubra o que o cliente quer

Nossa essa é pesada. Vamos dar um exemplo. Você olha para uma salinha que esta vaga no caminho do seu trabalho em uma reunião nobre da cidade e pensa: "Nossa, se eu montar meu consultório aqui é capaz de conseguir muitos pacientes, veja o nível dos imóveis no local, os carros das pessoas, é um bairro de classe alta. Seria perfeito para vender meus serviços de harmonização facial..."

Essa é a chamada miopia de marketing. Baseado no achismo, no mais puro "chute" você monta um negócio olhando para apenas uma camada do espectro de marketing (e bem superficial), a chamada classe social.

E o pior, você nem analisa se existe demanda para o seu serviço. Você simplesmente infere que ali muita gente "precisa e deseja" um serviço como o seu.

em 99% das vezes dá errado. Em 6 meses, em 12 meses, em 24 meses. Mas dá SEMPRE errado!

Não faça isso. Saiba qual a demanda de um mercado e veja se você tem um serviço que supre essa demanda. Nunca o contrário. Não tente encontrar um público para o seu serviço. Encontre um serviço para atender um público. Percebe a diferença?

05 - Marketing é para profissionais

Você fez odontologia, medicina, veterinária e tenho certeza que na época tentou entrar na MELHOR universidade que pode ter acesso.

Então, você forma e na hora de investir no seu consultório ou clínica busca profissionais meia-boca, ou os mais baratinhos para te assessorar.

Tudo bem em buscar economias, ninguém é contra isso. Mas não em áreas estratégicas. E amigo(as) não existe nada na face da terra mais estratégico para uma empresa do que marketing.

Marketing faz até uma empresa ruim sobreviver e bem. Veja quantos exemplos tempos por ai. Imagine se seu serviço é bom!

Pense em marketing como estratégia. Veja marketing como estratégia. Invista em marketing de forma estratégica.

Não está tendo resultados com marketing? É porque você investiu errado.

Conclusão

Esse artigo não tem a intenção de desanimar ninguém que está pensando em abrir uma clínica ou consultório.

Apenas queremos mostrar alguns fatos que não considerados nem na imprensa e muito menos por franquias de odontologia e franquias de clínicas médicas que tentam vender um horizonte azul que não existe.

Se você quer aumentar e muito as chances de sucesso quando vai abrir um consultório ou abrir uma clínica entre em contato conosco nos canais abaixo e converse com um dos nossos consultores Fazemos assessoria de abertura de clínicas há mais de 20 anos!

Senior Marketing

(11) 43254-7451

atendimento@seniormarketing.com.br

#abrirclinicamedica #abrirclinicaodontologica #abrirconsultorio

29 visualizações
Senior Marketing.png