Buscar
  • Sr. Site

O marketing médico vai além da publicidade e propaganda


O profissional de medicina atualmente tem outro desafio além daqueles inerentes a profissão, como estar sempre atualizado e uma rotina diária pesada de trabalho. Ele precisa captar e fidelizar bons pacientes.

Como fazer isso em um cenário dominado pelas grandes operadoras de planos de saúde? Como se destacar em meio a tantos profissionais geralmente concentrados em grandes centros e metrópoles brasileiras?

São vários os caminhos mas todos eles passam boa uma boa gestão de marketing médico.

Muito além da publicidade médica

Durante muito tempo os médicos foram totalmente refratários ao marketing, entendendo que marketing na medicina era autopromoção, publicidade e propaganda.

Nada mais afastado da realidade. Marketing na medicina é um ciência de gestão que esta à disposição dos profissionais de saúde e das instituições de saúde e cobre entre outros aspectos:

Estudo de mercado

Entendimento das necessidades e desejos de um determinado público alvo. O médico cardiologista, por exemplo, não deveria atender a todos os pacientes, simplesmente porque todas as pessoas tem coração (sic).

Além do critério necessidade do serviço, devem ser observados outros aspectos, tais como: comportamento de consumo (a pessoa busca o médico para prevenção ou somente quando tem problemas de saúde), localização geográfica (interessa atender pessoas que estão há mais de 10 km do seu consultório, por exemplo?), renda (pessoas com renda muito baixa que não possam pagar uma consulta?), entre outros fatores.

Preço

O preço da sua consulta, dos seus procedimentos e tratamentos deve ser elaborado não somente com base no custo, mas também de forma estratégica.

Faz parte do marketing médico a elaboração do preço ótimo, ou seja, o preço que cubra os custos, gere lucro e seja atrativo para o paciente.

Promoção

O Conselho Federal de Medicina estipula regras para a divulgação dos serviços médicos. Dentro do composto de marketing médico a promoção desempenha importante papel, pois é através das atividades promocionais que o profissional de medicina, sua clínica ou consultório ganham visibilidade, levam sua mensagem e posicionamento para o paciente ideal.

Evidências Físicas

No marketing médico tudo o tangibiliza o serviço médico tem destaque. Assim, a localização e layout do consultório / clínica, o uniforme da equipe de apoio, o material de papelaria do médico, seu site, redes sociais e todos os pontos de contato do profissional com os seus pacientes são evidências físicas do grau de qualidade do serviço que o paciente espera encontrar.

Faz parte do marketing na medicina estabelecer um conjunto coeso de evidências físicas que reforce o posicionamento do médico perante o seu público de interesse.

Pessoas

O relacionamento entre médico e paciente é individualizado, porém, existem áreas de contato que dependem de outras pessoas além do médico, como da sua recepcionista, secretária, etc.

As pessoas desempenham papel primordial dentro do composto de marketing médico. É fundamental que o profissional de medicina tenha zelo no momento de recrutar, selecionar e treinar os profissionais da sua equipe de apoio. Eles serão o cartão de visitas e a face mais visível e sensível da sua clínica.

Conclusão

Como pode se desprender do texto acima, marketing na medicina é muito mais que publicidade médica.

Fazer anúncios em redes sociais, Google ou mesmo em mídias offline como jornais são apenas a face mais visível do composto de marketing médico. Existem muito mais a se fazer e é imprescindível que o profissional de medicina busque uma empresa de marketing médico para assessora-ló nessa tarefa, pois afinal é sua imagem que esta sendo colocada a prova.

Se você tem interesse em saber mais sobre nosso trabalho de marketing para médicos, entre em contato conosco e converse com um consultor.

Sr. Site

Marketing Médico

#marketingparamedicos #marketingmedico #marketingmédico #marketingnamedicina

0 visualização
Senior Marketing.png