Buscar
  • Sênior Marketing

10 dicas para escolher o ponto da sua clínica


A máxima usada para o sucesso de empresas de varejo "localização, localização, localização" também vale para clínicas médicas, odontológicas, veterinárias, spas e outras especialidades ligadas a saúde.

Escolher um bom comercial para sua clínica é fundamental. Mas afinal, o que é um bom ponto comercial?

Pensando em responder a essa pergunta que já ouvimos centenas de vezes nas nossa consultoria de marketing médico e na nossa consultoria de marketing odontológico, vamos passar 10 dicas para escolher o ponto da sua clínica, seja ela da área odontológica, médica ou de outro ramo da saúde.

01 - Clientes na sua área de atuação

O melhor lugar é o que concentrar o maior número possível de pessoas com potencial para adquirir o seu serviço.

Avalie se existe uma quantidade de pacientes em potencial na área de influência do seu negócio. E não basta ter muitas pessoas, é preciso que elas tenham os 3 requisitos (todos os 3) para se tornarem seu cliente:

A - Interesse pelo serviço oferecido na sua clínica.

B - Autoridade para comprar (Elas mesmo pagam ou tem influência sobre quem paga).

C - Tem capacidade financeira para comprar o seu serviço.

02 - Vizinho concorrente nem sempre é um problema

Ter vários profissionais do mesmo segmento de atuação concentrados na sua região pode indicar que aquela área já é consolidada na cidade como um destino para pessoas que buscam serviços de saúde.

Entretanto, você deve ponderar se tem um ou mais atributos de diferenciação em relação aos vizinhos que já estão estabelecidos. Esse atributo pode ser o preço, o atendimento ou a qualidade do seu serviço.

Buscar regiões com concentração de negócios totalmente opostos ao seu pode ser um tiro no pé, pois você pode ficar fora do processo de compra dos potenciais pacientes que não vê aquela região como uma fornecedora de serviços de saúde de qualidade.

03 - Determine o fluxo

Coloque-se no lugar do seu potencial paciente e visite o imóvel que você tem em mente de manhã, tarde e noite. Vá durante a semana e nos finais de semana.

Avalie a movimentação no entorno do local nos diversos horários. Veja a facilidade ou dificuldade de circulação a pé e de transporte público ou de carro para o potencial paciente. Faça várias opções de caminho até o imóvel e meça o tempo médio entre as regiões de influência e o imóvel. São tempo aceitáveis?

Avalie se o local é mal frequentado no final do dia ou nos finais de semana. Evite surpresas desagradáveis.

04 - Paciência

Encontrar o imóvel ideal, com a melhor localização e ainda com um bom preço exige tempo e paciência. Não potencialize as chances de prejuízo porque você tem pressa.

05 - Acessibilidade

O seu cliente se locomove de carro? Vai a pé? Usa ônibus, metrô, Uber? Tem estacionamento no local? O imóvel tem acesso para cadeirantes? Se não tem é possível adapta-ló? Qual o custo dessa adaptação?

06 - Tráfego de Véiculos

Se o seu paciente vai a pé, pense em uma via de alto fluxo de pedestres. Se for de carro é preciso buscar vias com grande movimentação de automóveis.

07 - Posição da Rua

O seu paciente geralmente visita sua clínica no momento que esta indo para o trabalho ou quando volta para a casa? Isso pode fazer toda a diferença na escolha do lado ideal da rua para adquirir o imóvel.

Se o imóvel fica no sentido bairro e a grande maioria das pessoas saem de manhã cedo do bairro, você pode perder muitas visitas por oportunidade, aquela em que o potencial paciente aproveita o momento e entra na sua clínica para fazer uma avaliação. Supondo que sua clínica funciona nesse formato.

08 - Visibilidade

A posição do sol é muito importante para sua clínica. Se ele refletir na sua fachada no período da tarde vai impedir que as pessoas vejam sua clínica com clareza e potenciais mensagens promocionais.

Rede elétrica, árvores ou banco de jornal na frente da clínica devem ser evitados pelos mesmos motivos.

Verifique também se não existem feiras livres ocorrendo na rua periodicamente pois podem trazer um tipo de paciente que você não deseja para a frente da sua clínica e reduzir o tráfego de pessoas que te interessam e consequentemente o faturamento da sua clínica.

09 - Zoneamento

Há uma lei municipal que define o que pode ou não ser construído em cada quarteirão de cada cidade.

Pegue a matrícula do imóvel que você esta interessado e peça a um contador ou vá você mesmo a prefeitura para fazer uma consulta da possibilidade de implantar uma clínica no local. Não seja pego de surpresa

10 - Andar alto ou térreo

Se você tem uma clínica de perfil mais popular, ou se não tem uma carteira de clientes formada dê a preferência por imóveis no nível da rua.

Isso é válido também para clínicas de alto luxo, onde as pessoas vem de carro e utilizam o serviços de valet parking para estacionar.

Se você já é um profissional consolidado com carteira de clientes consolidada pode atuar em um imóvel em um prédio, mas necessitará sempre fazer mais investimentos em publicidade e propaganda para ser "descoberto" por novos clientes.

Não existe uma regra geral aqui, sendo que cada clínica deve avaliar o perfil do seu público alvo, seu momento de vida e o comportamento de consumo dos seus potenciais pacientes.

Conclusão

Nos já assessoramos dezenas de profissionais a montarem seus consultórios e clínicas. Essas são apenas algumas premissas básicas que passamos para nossos clientes durante nossa consultoria de marketing médico e consultoria de marketing odontológico.

Se você gostou dessas informações passe para seus colegas. Se precisa de ajuda na gestão e marketing da sua clínica, entre em contato conosco e converse com um profissional especializado em marketing médico e marketing odontológico

#marketingmédico #marketingodontológico #consultoriademarketing

0 visualização
Senior Marketing.png